Category : Sem categoria

Inbound Marketing Sem categoria

Inbound marketing na fidelização de clientes: como aplicar?

pessoas sorrindo

Que manter clientes satisfeitos é essencial para o sucesso de qualquer negócio, você já sabe. Mas quão importante é essa estratégia?

Segundo dados da Forrester Research, custa até cinco vezes mais captar novos clientes do que manter os atuais felizes com a sua marca. Isso significa que a retenção de clientes pode gerar muito mais lucro para a sua empresa. Interessante, não é?

Então siga com a leitura e saiba como aplicar o inbound marketing na fidelização de clientes!

Crie conexão

Você já captou, nutriu e converteu o cliente. E agora, o que fazer para manter sua marca na mente e no coração dele?

Continue fazendo inbound marketing para fidelização de clientes!

Em vez de interromper o seu fluxo de nutrição, siga com um novo: o fluxo de fidelização. As mensagens devem ser personalizadas e focadas em ajudar seu cliente a aproveitar ao máximo a solução adquirida.

Estimule o engajamento

Pessoas engajadas com uma marca propagam suas mensagens para outros consumidores, especialmente se estão satisfeitas com a experiência que tiveram.

Nesse sentido, use o inbound marketing na fidelização de clientes nas redes sociais. Crie concursos, quizzes, jogos e outros tipos de conteúdos que incentivem a interação com a sua marca.

Ofereça mais valor

Que tal criar um espaço no seu blog com conteúdos exclusivos para clientes fiéis?

Aprofunde-se nos temas que são de maior importância para a sua audiência, produza entrevistas com personalidades do segmento e ofereça cursos gratuitos para quem valoriza a sua marca.

Mantenha-se no radar

Aplicar o inbound marketing na fidelização de clientes significa considerar essa estratégia um processo cíclico, que se reinicia constantemente. Em outras palavras, depois da primeira compra, considere que você tem que atrair, conquistar, reter e converter esse cliente novamente.

Para tanto, é necessário manter sua marca no radar dos seus clientes. Isso pode ser feito por meio de estratégias como o e-mail marketing, que entrega mensagens personalizadas e  sem intermediários entre sua empresa e seus clientes.

Foque na experiência do cliente

Experiência do cliente é o conjunto de percepções que um consumidor tem em relação à sua empresa. Ela é formada desde o primeiro até o último contato com a organização. Portanto, é fundamental ter o cliente no centro de todas as ações de marketing e vendas para que a experiência seja consistente.

Colocar o cliente no centro de todas as ações da marca significa pensar primeiro nas dificuldades que ele enfrenta. Em seguida, descobrir como sua empresa pode ajudar a superá-las. Então, desenvolver soluções que sejam efetivas nessa solução.

Essa estratégia de inbound marketing na fidelização de clientes engloba a experiência no site da empresa, a qualidade do conteúdo no blog, o atendimento on e offline, bem como a interação em redes sociais.

Pronto para aplicar o inbound marketing na fidelização de clientes? Não deixe de conferir Inbound Marketing: tudo o que você precisa saber para começar!

Leia mais
Funil de Vendas Inbound Marketing Sem categoria

Funil de vendas e inbound marketing: ainda faz sentido?

pessoas em reunião

Por muito tempo, o funil de vendas foi uma das bases do inbound marketing. Pautando-se na metodologia AIDA (Atenção, Interesse, Desejo e Ação), essa ferramenta de vendas ajuda a compreender como um consumidor se desloca em sua jornada de compra.

Entretanto, o funil de vendas mostra um comportamento linear, quando sabemos que o comportamento do consumidor não é assim. Por esse motivo, os profissionais de inbound marketing vêm adotando uma nova maneira de visualizar o relacionamento com prospects, leads e clientes: o flywheel.

Continue a leitura e saiba se o funil de vendas ainda faz sentido para o inbound marketing!

Por que o funil de vendas mudou?

Como dissemos no post Entenda a relação entre jornada de compra e funil de vendas, o funil retrata a visão da empresa sobre a jornada do consumidor. Entretanto, essa abordagem linear não corresponde exatamente a como as pessoas pensam e tomam decisões no momento de considerar a compra de uma solução.

Outra questão importante a levar em consideração sobre o funil de vendas. Ele está programado para ajudar até a conversão de um consumidor em cliente. Mas, não considera o pós-venda, a fidelização e a recompra, processos tão importantes quanto a primeira venda.

Considerando esses pontos, o inbound marketing passou a adotar outro modelo de pensamento: o flywheel.

O que é flywheel?

O termo flywheel, se traduzido literalmente, significa volante.

Imagine o volante de um carro. Quanto mais você gira para um lado, mais força e velocidade ele ganha, certo?

Essa analogia serve bem para explicar a nova mentalidade do inbound marketing: cada cliente convertido não entra sozinho. Ele se soma a outros clientes já existentes, contribuindo um pouco mais para o crescimento da empresa.

Se ele faz uma assinatura mensal, opta por um upgrade (up sell) ou adquire mais produtos (cross sell), ele está colocando mais força nesse volante, sem exigir novos esforços de atração. Portanto, você gasta menos em marketing e vendas e ganha mais resultados.

Quais as vantagens dessa nova abordagem no inbound marketing?

Deixar de pensar apenas no funil de vendas e aplicar uma visão global sobre a jornada do consumidor traz várias vantagens. Confira:

Valoriza os clientes já existentes

No flywheel, você não dá atenção apenas à captação de novos clientes, mas principalmente aos clientes já existentes.

Valorizando quem já confia na sua marca, é possível gerar mais engajamento e, consequentemente, mais vendas.

Mantém o foco no sucesso do cliente

Um cliente que compra hoje pode não comprar amanhã. Por isso é importante desenvolver ações de retenção. Nesse sentido, ter como meta não só o fechamento de novas vendas, mas o sucesso e satisfação dos clientes que já depositaram confiança na sua empresa é fundamental.

O flywheel auxilia nesse processo, pois, ao invés de manter a abordagem linear do funil de vendas, ele considera as etapas de atração, envolvimento e encantamento uma jornada circular, ou seja, sem fim.

Permite identificar falhas e saná-las

No funil de vendas, já estamos acostumados a perder oportunidades na passagem de uma etapa para outra. No flywheel, por sua vez, a ideia é fechar os buracos e não perder oportunidade alguma.

Se uma falha é identificada, é possível corrigi-la rapidamente e manter o lead ou cliente fiel à marca.

Maior alinhamento entre marketing e vendas

Um dos problemas do funil de vendas sempre foi saber até onde ia a responsabilidade do marketing e quando começava a de vendas, e vice-versa. No flywheel, ambas equipes estão alinhadas e trabalhando em conjunto para promover melhores resultados em cada ponto de interação com os consumidores.

Gostou de saber mais sobre o funil de vendas no inbound marketing? Confira também Inbound Marketing: tudo o que você precisa saber antes de começar!

Leia mais
Sem categoria

Plataforma de automação de marketing: o que considerar na sua escolha?

pessoas conversando

A escolha de uma plataforma de automação de marketing vai muito além do preço. Afinal, essa ferramenta será responsável por gerenciar uma boa parte de todos os processos de marketing da sua empresa.

Para facilitar a sua decisão, elaboramos um checklist que vai ajudá-lo a definir o melhor software de automação de marketing para a sua empresa. Confira!

1. Funcionalidades

O primeiro item, que deve ser verificado quando você começar a procurar por ferramentas de automação de marketing, são as funcionalidades que elas oferecem.

Algumas são focadas no disparo de e-mail marketing, enquanto outras agilizam o processo de segmentação de leads e clientes. Existem, também, as que reúnem uma série de recursos num único lugar.

Quanto mais completa for a plataforma de automação de marketing, mais possibilidades ela traz para que sua empresa se relacione de forma ágil e eficiente com atuais e futuros clientes.

2. Escalabilidade

Algo que nem sempre é avaliado por quem está em busca de um sistema de automação de marketing é a escalabilidade da solução.

Empresas que estão começando pensam que 2000 leads é muita coisa e, quando percebem, perdem oportunidades por não ter a capacidade de escalar o relacionamento com um número maior de pessoas.

Sendo assim, no momento de escolher a melhor plataforma de automação de marketing para o seu negócio, considere a possibilidade de aumentar a quantidade de contatos registrados. Se o upgrade for fácil de fazer, esta é uma boa solução.

3. Facilidade de uso

O objetivo de uma plataforma de automação de marketing é simplificar a vida da sua equipe, automatizando tarefas repetitivas. Se demanda mais tempo operar o software de automação do que gerar os resultados que se espera, ligue o alerta.

Uma ferramenta de automação de marketing de qualidade é fácil de usar e bastante intuitiva. Os menus são construídos para que você saiba exatamente onde deve ir para encontrar o que precisa.

Nada de macetes para chegar a qualquer lugar.

4. Suporte

Mesmo que você tenha muita familiaridade com as principais ferramentas de automação de marketing do mercado, leve em consideração o suporte oferecido pelo fornecedor.

Dúvidas sempre surgem no meio do caminho. Por isso, o melhor é contar com uma equipe especialista para reduzir os atritos e facilitar a sua rotina.

Avalie, também, o tempo à disposição do time de suporte e a demora em dar um retorno.

5. Inovação

Pesquise por plataformas de automação de marketing no Google e você encontrará várias soluções, das mais básicas, às mais complexas.

Mas, antes de optar por esta ou aquela, verifique o nível de inovação que a empresa por trás da ferramenta tem.

Com os avanços da tecnologia cada dia mais rápidos, você precisa de um software de automação de marketing que evolua rapidamente. Além de oferecer os melhores recursos para a sua empresa.

Aqui na Bulldesk, estamos sempre em busca de melhorias que tragam melhores resultados para os nossos clientes. É por esse motivo que unimos automação de marketing e CRM em uma única solução.

Quer entender melhor como isso funciona? Leia o post Automação de Marketing e CRM: as funções que automatizam suas vendas e aumentam a produtividade!

Leia mais
Sem categoria

Como unir SEO e Web Design para criar páginas mais atrativas

Seo e Webdesign

O sucesso de um site ou uma Landing Page depende de fatores diversos: vai desde a experiência do usuário através do web design até o ranqueamento da página em motores de busca, como o Google, através do SEO.

Leia mais
E-mail Marketing Sem categoria

7 dicas essenciais para sua empresa criar uma boa newsletter

A newsletter já é uma velha conhecida do marketing digital . Apesar de alguns terem a falsa impressão de que essa estratégia já está ultrapassada, ela cumpre com maestria os seus objetivos quando construída e direcionada da maneira correta.

Leia mais
Funil de Vendas Landing Page Marketing Digital Sem categoria

Taxa de conversão: o que é e como calcular?

O que é mede a taxa de conversão e por que utilizá-la? Quando o assunto é Marketing Digital, muito se fala em métricas. Uma vez que as informações no ambiente digital são facilmente obtidas e visualizadas, não há desculpas para não fazer o acompanhamento dos dados disponíveis.

Leia mais
Funil de Vendas Geração de Leads Landing Page Sem categoria

Planejamento estratégico de marketing: como definir personas?

É muito comum no mercado de marketing digital uma marca com campanhas criativas e bem estruturadas não alcançar a expectativa de resultados previstos. Nesse caso, é possível analisar uma variedade de fatores que contribuíram para que o resultado fosse negativo, mas nenhum deles é tão importante quanto PARA QUEM a comunicação está sendo direcionada, ou seja, definir PERSONAS.

Leia mais